Emenda Prolongamento

Como foi tratado em nosso artigo anterior (Clique aqui para ler este artigo), emenda derivação, as emendas nem sempre são tão simples de se construir como aparenta-se, desde a dimensão aproximada na hora de decapar um condutor até a quantidade de voltas que será realizada entre os condutores fazem e muito a diferença, principalmente na emenda derivação que consiste em atribuir a emenda um maior nível de resistência mecânica.

Cada situação define qual tipo de emenda devemos utilizar e a emenda prolongamento possui a finalidade de proporcionar a conexão um maior nível de resistência mecânica sem mencionar o excelente contato elétrico, sendo assim esta será utilizada em locais onde o cabo esteja suspenso ou em caixas de passagem no teto.

Proporcionará por sua vez a extensão de um determinado condutos e irá satisfazer o aumento do comprimento da linha elétrica.






Técnica para realizar a emenda Prolongamento

Abaixo poderemos acompanhar todos os processos tecnicamente corretos para a construção deste tipo de emenda, atente-se aos detalhes e observe que a segurança no manuseio das ferramentas é essencial para um trabalho correto e consciente. Clique sobre o menu abaixo para conhecer:

 

Decapando os condutores

Inicialmente, com auxilio de um alicate decapador desencape os condutores a serem emendados de maneira que O condutor deverá ser desencapado numa extensão de aproximadamente 50 vezes seu diâmetro como podemos ver na imagem abaixo, esta dimensão mudará em função área de secção transversal do condutor a ser emendado.

emenda

Posicionamento dos Condutores

emenda

Logo após de decapar os condutores devemos colocar ambos unidos formando um ângulo de aproximadamente 120º entre eles , atente-se de não executar a emenda com a mão, utilize-a somente para o posicionamento dos condutores, no momento de executar a emenda devemos executá-la com alicates apropriados, podendo ser Alicate de Bico ou Alicate Universal.

Construindo a Emenda

Utilizando dois alicates envolva um dos condutores ao outro, realizando assim a torção de um condutor sobre o outro. Em seguida faça o mesmo com o segundo condutor, porém, em sentido contrário, garantindo que ambos sejam unidos firmemente (Figura 4) para que não haja mal contato na emenda.

emenda

Nota: É importante garantir que nesta emenda, cada condutor realize de 4 a 6 voltas sobre o outro, garantindo assim um excelente contato elétrico e também a resistência mecânica.

Porque uma simples emenda pode ser estratégica?

Muitas vezes não será possível realizar a soldagem em todas as emendas de uma instalação, no entanto, em alguns pontos específicos como na conexão de cargas potentes como o chuveiro é sim importante.

Primeiro que você vai realizar uma conexão “perfeita” e garantir um funcionamento duradouro para este equipamento. Agora, mais importante que fazer a emenda é mostrar ao seu cliente o porque de ter feito.

Imagine que, o simples fato de seu cliente te considerar como expert é crucial para que ele confie em seu trabalho e mais ainda, te indique e volte a te contratar, é o que falamos de fidelizar seu cliente.

Sempre que possível associe seu conhecimento a auto promoção, não para se passar por “arrogante” mas sim para demonstrar sua capacidade e conhecimento.

Resumindo, o simples fato de execução de um trabalho relativamente simples, pode te posicionar como conhecedor e capaz, então receberá mais reconhecimento e admiração que se converterá em mais cliente novos e fiéis.

Comentários

  • Alexandre Morais

    Bom dia Everton, eu procurei pesquisar sobre coo testar um reator e ate mesmo mandei um e-mail para o saite da philips perguntando sobre o assunto mas a resposta deles foram negativa e falaram que não tem como testar um reator de partida rápida que o único testes será feito com as lâmpadas em uma bancada. Everton gostaria de saber se você tem algum conhecimento sobre como testar um reator de partida rápida? Obrigado pela atenção.

    • Everton Moraes

      Olá Alexandre! realmente para testar este equipamento somente realizando a aplicação na prática…

  • Edilson Costa

    Ola, boa tarde!!
    Alexandre Morais, tem sim como testar um reator de lâmpadas fluorescente. Na verdade o reator eleva a tensão de saida nos terminais para provocar a ingnição dos elementos internos, tais como gaz de phosforo e movimentar a corrente ,(eletrons de um lado para o outro). Então com um bom instrumento de medição voce pode verificar o nivel de tensão nas saidas que muitas vezes não são detectadas com um simples multiteste. E tambem ver os valores dos componentes do reator medindo a capacitância ou a reatância do reator.
    Abraços.

  • vagner

    Olá, preciso saber qual o diâmetro do cabo 10mm² para saber o tamanho da decapagem e poder fazer a emenda de prolongamento. Este cabo parte do meu relógio ate o meu quadro.
    podem me ajudar?

  • Ivan da Fonseca

    Parabéns Everton pelo seu trabalho informativo e educativo, estou iniciando na área de eletricista residencial, visitei outros sites referente a elétrica mas não tem jeito o seu é bem completo e linguagem bem acessível, por enquanto estou estudando somente online e já assisti algumas palestras suas para iniciante excelente, obrigado e sucesso.

Deixe o seu comentário

3 × cinco =

Receba mais conteúdos