Home Componentes Relé térmico e suas classes, simbologia e vantagens
Relé térmico e suas classes, simbologia e vantagens

Relé térmico e suas classes, simbologia e vantagens

0
1

Relé térmico é um dispositivo de proteção de sobrecarga de corrente e falta de fase. Geralmente usado em motores elétricos. Umas das principais funções do relé térmico é proteger o motor de sobreaquecimento através da sobrecorrente.

O relé térmico funciona pelo princípio da deformação de uma lâmina bimetálica. Quando esta lâmina sofre uma sobrecarga de corrente, a mesma se deforma diferentemente nos dois metais e então ocorre a deformação, fazendo com que o contato mecânico abra o circuito elétrico sequente ao disjuntor térmico, efetuando assim a proteção dos equipamentos elétricos.

disjuntor térmico gif

Nota: O relé térmico deve ser compatível com os contatores usados no sistema.

Onde usar: O relé térmico é usado como proteção do motor elétrico contra sobreaquecimentos provocados por sobrecarga de corrente prolongadas. Também é usado para proteção dos condutores de alimentação e dos dispositivos de manobra.

O que causa desarmamento do relé térmico

Alguns fatores determinam a atuação (desarmamento) do relé térmico:

  1. Travamento do rotor
  2. Curto-circuito entre as bobinas (rolamento interno)
  3. Curto-circuito entre bobina e carcaça do motor
  4. Quando aumenta a corrente além das correntes nominais do motor elétrico.

Classes

Existem classes de disparo, tornando assim possível o melhor dimensionamento do mesmo, de acordo com o tempo de partida do motor.

Categoria do relé térmico X Tempo de disparo a partir do estado frio.

Classe 1,05 Ir 1,2 Ir 1,5 Ir 7,2 Ir
10A > 2h < 2h < 2min 2 ≤ t ≤ 10s
10 > 2h < 2h < 4min  4 ≤ t ≤ 10s
20 > 2h < 2h < 8min  6 ≤ t ≤ 20s
30 > 2h < 2h < 12min  9 ≤ t ≤ 30s

Simbologia

Simbologia Relé Térmico

 Fx: Essa nomenclatura é a adotada para falar de relé térmico.

Contatos principais (1, 2, 3, 4, 5 e 6): Recebem as três fases para a alimentação da carga e quando acionados, conduzem sua corrente nominal. Identificados pelos algarismos 1,3,5 ou as letras L1,L2,L3 (linha) para a entrada da alimentação e 2,4,6 ou T1,T2, T3 (terminal) para a saída até carga.

Contatos auxiliares: Protege o circuito de comando do motor trifásico, protege o circuito de lógica do motor.

Contato fechado (95 e 96): usado para evitar que o usuário fique tentando ligar o motor após o desligamento pelo relé. Geralmente associado próximo ao botão de emergência.

Contato aberto (97 e 98): usado para sinalizar o problema, sinalizar através de uma lâmpada, por exemplo, que o relé térmico está acionado, que existe um problema, um defeito no circuito.

Contato tipo comutador: usado da mesma forma que os outros contatos (aberto e fechado), porém com apenas uma entrada (alimentação).

Vantagens

  1.  O relé de sobrecarga compensa automaticamente as mudanças de temperatura ambiente, porque o seu funcionamento depende da temperatura dos seus elementos térmicos.
  2. O circuito de comando pode ser testado.
  3. O relé térmico pode ser ajustado, dentro de determinada faixa de corrente de acordo com a necessidade.
  4. O relé tem um certo tempo de resposta, evitando assim que o mesmo seja acionado durante a partida do motor onde o pico de corrente é maior.

Conclusão

Você pode observar que o relé térmico é utilizado para proteger o motor de sobreaquecimento, e para isto ele usa o mesmo princípio do disjuntor térmico, identifica o sobreaquecimento através da sobrecorrente. Assim como os demais dispositivos elétricos, o relé térmico também necessita de ajuste específico de acordo com cada circuito, cada tipo de motor a ser utilizado.

Saber como e quando utilizá-lo é bastante importante, assim como sempre se atentar para aplicar os conhecimentos da forma mais segura possível, evitando assim, possíveis acidentes elétricos.

Para saber um pouco mais sobre o relé térmico assista ao vídeo abaixo, onde você vai encontrar informações mais detalhadas sobre suas características e outros fatores sobre este componente.

Relé térmico e suas classes, simbologia e vantagens
4.9 (98.75%) 16 votes

Engª Camila Andrade Engenheira de 29 anos. Formada em Engenharia Elétrica pelo Centro Universitário da FEI. Atualmente na área de redação e suporte técnico da Sala da Elétrica. Atuou em: Área de Engenharia de processos na WEG, pós vendas e suporte técnico, redação de manuais de bordo automotivo, manual de reparos automotivos e também desenvolvimento de esquemas elétricos automotivos.

Comment(1)

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *