Dentro de um parque industrial, uma empresa pode ter diversas linhas de produção funcionando para a fabricação de diferentes produtos e modelos. As máquinas são as mesmas, mas o produto final é diferente.

Não é vantagem ter um maquinário específico para cada item, isso porque seria caro e nada lógico, portanto temos os CLP, que configura os equipamentos nas características particulares.

E para o seu pleno funcionamento, o cartão de entrada e o cartão de saída.

A criação do CLP aconteceu na indústria automobilística em que um mesmo modelo de veículo pode ter variados detalhes, desde cor até o tipo de faróis, por exemplo.

Para que o trabalho não fosse manual, porque perdia-se tempo e os casos de erros manuais eram frequentes, criou-se um sistema ligado ao computador.

Cartão de entrada do clp

O que é o Cartão de Entrada

O cartão de entrada sempre estará relacionado aos comandos feitos sobre a máquina com o objetivo de programá-la para cumprir determinadas funções.

Perceba que todo o funcionamento do sistema CLP atende as demandas de automação e programação, essenciais para uma produção que visa qualidade e quantidade.

O cartão de entrada atua ao receber um sinal elétrico vindo do ambiente externo, ou seja, programado por um especialista através de um computador, e o envia para dentro do CLP.

Cabe destacar que uma entrada pode estar ligada a diversas saídas ao mesmo tempo, logo o cartão de entrada é um item que guarda inúmeras informações.

Um único comando faz com que a sirene dispare, uma cor seja definida, um determinado detalhe seja feito e diversas outras coisas. Portanto, este cartão é algo de suma importância para o pleno funcionamento de uma indústria.

Cartão de saída do clp

O que é o Cartão de Saída

Depois que as informações do cartão de entrada são processadas pelo sistema, o cartão de saída faz com que seja enviado um sinal elétrico para o maquinário de forma a acioná-lo para que comece o funcionamento.






Como são usadas os cartões de entrada do CLP

Desta forma, percebe-se que toda vez em que o interruptor é acionado com as especificações detalhadas do que tem que ser feito, temos uma indicação de entrada, o que fica marcado no cartão.

Todas estas movimentações de entrada e saída estão marcadas nos cartões, e apenas um CLP pode executar estas diversas funções solicitadas durante este processo.

Uma explicação para o funcionamento do cartão de entrada dessa forma é a seguinte: Quando o responsável dá o comando no determinado interruptor sobre o que deve ser feito, um sinal elétrico inicia o processo de execução.

O cartão de entrada reconhece que o fio foi energizado e entende que tem que trabalhar segundo aquele comando. Um processo inteligente feito através da automação e programação na indústria.

Para entender ainda mais o funcionamento do CLP e do cartão de entrada, bem como o cartão de saída, baixe o nosso conteúdo gratuito.

A manutenção e o funcionamento industrial têm características muito particulares, por isso o nosso conteúdo tem como objetivo aprimorar ainda mais os seus conhecimentos sobre a área.

Quem lê esse conteúdo, também se interessa em: 5 tipos de Programação de CLP.

Cartões de Entrada e Saída do CLP
5 (100%) 2 votes

Samuel Nassereddine

Jovem de 23 anos, amante do conhecimento. Atuando como Desenvolvedor de Estratégias de Inbound Marketing, Desenvolvedor Web e Designer.

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Falta só mais um passo…

Informe os seus dados básicos abaixo:

/curso-de-clp/

1 (20%) 1 vote


Black Friday CLP – Antecipação

Avalie este Post


Curso de Eletricista Industrial

Avalie este Post

Informe seus dados e receba o curso:

Inscrição Aquisição – Curso Relâmpago Comandos Elétricos

Avalie este Post

Cadastre-se e Receba as aulas em seu e-mail

Lista de Espera Curso Relâmpago Comandos Elétricos

Avalie este Post


Semana método lide express

Avalie este Post