Home Eletricista Autônomo Eletricista Autônomo ou CLT?

Eletricista Autônomo ou CLT?

623
9

Essa é uma dúvida bem grande e é normalmente muito frequente dos profissionais que me seguem e querem se tornar eletricista autônomo. Inclusive, essa dúvida foi enviada por um dos meus alunos há algum tempo atrás.

EAE 300×250

Deixar a CLT para ser autônomo é completamente viável, porém, essa mudança exige certo cuidado e um pensamento a respeito do que é realmente vir a se tornar um profissional autônomo.

Quando se é um profissional autônomo, algumas questões como a precificação do seu serviço, captação de clientes e até mesmo organização de toda a sua jornada de trabalho devem ser levadas em consideração.

Tem interesse em largar a sua CLT? Continue lendo e descubra se vale a pena deixar a CLT para ser um eletricista autônomo.

Você gosta do que faz a ponto de largar a CLT para ser um eletricista autônomo?

eletricista autônomo

O primeiro ponto fundamental é determinar se você realmente gosta do que faz. O prazer na sua atividade é o que vai fazer você efetivamente ter resultados, estando você trabalhando com a CLT ou de forma autônoma.

Sendo assim, o prazer na sua atividade é o primeiro passo para o seu objetivo maior. E aliás, qual é o seu objetivo? Seu objetivo é ser um eletricista autônomo reconhecido? É ser um profissional autônomo requisitado? Ou é apenas ganhar dinheiro?

Essas são outras questões que vão elucidar para você o caminho que você deve tomar e também são as questões que vão fazer você determinar se vale a pena deixar a CLT para ser um eletricista autônomo ou não.

Faça a mudança de maneira gradual

eletricista autônomo

Muitas pessoas acham que para iniciar uma carreira autônoma ela simplesmente precisa largar o seu emprego atual com toda a segurança da CLT e ir em direção ao “desconhecido” de uma só vez. E na verdade, a ideia não é essa.

A ideia inicial é que você combine as duas atividades juntas, de uma maneira saudável para começar a ganhar experiência e também sentir um pouco como é o mercado autônomo.

Além disso, todo esse período serve como um período de aprendizagem, e a mudança completa só deve acontecer depois de uma certa estabilidade atingida.

Todas essas práticas vão permitir uma mudança gradual e mais coerente com as suas reais necessidades, e além disso vão tirar toda a ansiedade e o estresse de campo para que essa mudança seja feita, fazendo a decisão de deixar a CLT para ser autônomo uma coisa natural.

Além disso, essa mudança gradual também vai ser fundamental para determinar se vale a pena deixar a CLT para ser autônomo ou não. Com certeza esse ponto não deve ser deixado de lado, embora ainda sim seja possível começar como autônomo do zero.

Tenha uma metodologia e as estratégias corretas

eletricista autônomo

Além de começar aos poucos com sua nova carreira outro ponto fundamental é que você tenha uma metodologia e um número de estratégias corretas para que você consiga obter resultados satisfatórios.

É importante entender sobre o comportamento do cliente, entender sobre precificação do seu serviço, entender sobre captação de clientes e também é importante entender sobre várias outras questões fundamentais para conseguir realmente ganhar dinheiro e obter uma vida confortável com a sua nova ocupação, fazendo assim a opção de deixar a CLT para ser autônomo ser uma escolha correta.

Todas essas estratégias no entanto devem ser graduais e feitas em uma espécie de “passo-a-passo” para que você consiga dar passos curtos mas muito rápidos, o que vão fazer você chegar no seu objetivo.

Se você ama o que faz, e tem o sonho de ser um profissional reconhecido e de sucesso, não existe o motivo para você não conseguir atingir esse objetivo.

Tudo o que você precisa é de uma metodologia correta, por que certamente um trabalho autônomo pode ser financeiramente e emocionalmente mais recompensador – o que é claro, são os benefícios principais que fazem a gente pensar se vale a pena deixar a CLT para ser autônomo.

Avalie este Post

tags:
Eng ° Everton Moraes Fundador da Sala da Elétrica. É um engenheiro eletricista que dedica boa parte de seu tempo à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade para multiplicar seu conhecimento com os amantes da Eletroeletrônica. "Acredito firmemente que é ensinando que se aprende"

Comment(9)

  1. Olá a todos. Sábias palavras Everton, com certeza temos que gostar muito do que trabalhamos para assumir essa profissão como autônomo. Ser autônomo requer muita conciencia e muito cuidado, seu nome ê tudo e a responsabilidade é gigante.

    1. Muito obrigado Thiago, é exatamente isto, a decisão deve sim ser tomada e com muita responsabilidade, mas ser responsável é uma obrigação nossa independente de ser Autônomo ou CLT..

      Um forte abraço e muito obrigado por compartilhar seu ponto de vista conosco

  2. Boa noite, Everton e colegas da sala da elétrica… Realmente é um ótimo assunto sobre qual caminho seguir em sua carreira profissional, porém vale lembrar que antes de qualquer pessoa ou profissional tomar tal decisão de escolher a CLT que tem mais estabilidade financeira e tem mais benefícios como seguro de vida, plano de saúde e odontológico, vale refeição e vale transporte, e ou escolher o caminho de ser um profissional autônomo no mercado atual, dono de seu próprio negócio e ter independência de tomar as suas próprias decisões, tal escolha de situação tem sempre que tomar certos cuidados importantíssimos e analisar com cuidado cada decisão a ser tomada para não se arrepender depois no futuro… Sugiro a todos antes de tomar qualquer decisão e realizar gastos financeiros a procurarem a entidade do SEBRAE mais próxima de sua cidade e região, onde ali tem os profissionais certos para orientar cada pessoa e profissional a tomar a melhor decisão correta, e ajudar a analisar a cidade e região que a pessoa ou profissional vai atuar com seus serviços, pois para cada caso um caso, e para cada região e cidade tem um melhor mercado de atual como CLT e ou autônomo… Agradeço a oportunidade de expressar minha opinião e boa sorte a todos.

    1. Perfeito Anderson, esta mudança deve ser estruturada e com todas as precauções possíveis para que esta mudança seja gradual e consistente …. O SEBRAE é sim uma referência fortíssima de conteúdos e instrução ao profissional que decide tomar esta ação, o único problema é que em muitos casos eles são generalistas, por exemplo, falam de um todo e não especificamente por tipo de atividade…

      Muito obrigado por compartilhar aqui

  3. Bom dia Everton e colegas de profissão! Muito oportuno o assunto tratado aqui, pois essa é uma dúvida que persiste nas cabeças de muitos profissionais.

    1. Olá José, muito obrigado pelo comentário, realmente é sim uma dúvida muito grande e a ideia deste artigo era realmente mostrar minha visão em relação aos pros e contras mas em minha opinião, é totalmente viável e rentável esta migração de CLT para Autônomo, desde que utilizando um método eficiente

  4. Boa noite Everton e colegas e um pouco difícil de decide com CLT para Autônomo por causa do mergado tem muito profissionais de boa qualidade e também de mal qualidade, fica ate difícil quem começar do zero para entra no mercado tem que pensar muito antes de decide.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *