Home Elétrica Instalações PROJETO INSTALAÇÕES ELÉTRICA RESIDENCIAL – PARTE 3
PROJETO INSTALAÇÕES ELÉTRICA RESIDENCIAL – PARTE 3

PROJETO INSTALAÇÕES ELÉTRICA RESIDENCIAL – PARTE 3

13.38K
65

Voltamos a nossa série de artigos de dimensionamento de instalações elétrica residencial e neste nosso terceiro artigo vamos realizar o dimensionamento da demanda instalada de acordo com a Norma NBR 5410. Para isto utilizaremos os conceitos abordados nos dois primeiros artigos que publicamos anteriormente, você ainda se lembra deles? O primeiro foi a apresentação do projeto com a planta baixa e respectivas dimensões (Acesse aqui o artigo), Já no segundo artigo falamos sobre a Norma NBR5410 e a visão desta em relação a determinação de área e perímetro, inclusive realizamos os cálculos de área e perímetro para os cômodos cujo quais iremos estimar a potência de tomadas e iluminação. Se você ainda não leu este artigo aconselho que o faça, tratamos sobre a determinação potência de iluminação e tomadas, se você ainda não leu este artigo recomento que o faça antes de iniciarmos (Acesse aqui).

Dentro do assunto de dimensionamento de instalações elétrica, o dimensionamento da demanda é algo muito, mais muito importante mesmo, pois a partir deste é que solicitaremos o ponto de entrega da energia elétrica pela concessionária de energia, vamos então entender do princípio…

1

DETERMINAÇÃO DE POTÊNCIA DE ILUMINAÇÃO E TOMADAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICA RESIDENCIAL

Eu gostaria de começar este ponto observando que o dimensionamento da iluminação deve ser seguido de acordo com o que veremos aqui, no entanto, a própria  NBR5410 adverte que os valores indicados são para efeito de dimensionamento dos circuitos, não havendo qualquer vínculo, portanto, com potência nominal de lâmpadas. Falo isso porque muitos acabam questionando os valores encontrados, as vezes parece não refletir a realidade.

iluminação e tomada

ILUMINAÇÃO

Vamos então começar com os detalhes da Norma em relação ao dimensionamento de iluminação, temos Na NBR 5410 os seguintes dizeres:

9.5.2.1.1

Em cada cômodo ou dependência deve ser previsto pelo menos um ponto de luz fixo no teto, comandado por interruptor.

9.5.1.2

b) em cômodo ou dependências com área superior a 6 m², deve ser prevista uma carga mínima de 100 VA para os primeiros 6 m², acrescida de 60 VA para cada aumento de 4 m² inteiros.

TOMADAS DE USO GERAL (TUG’S)

Antes de iniciarmos devemos ter em mente que o dimensionamento de tomadas que aplicaremos a partir da técnica abaixo descrita, aplica-se para Tomadas de Uso Geral, também chamadas de TUG’s. Estas tomadas são na verdade as tomadas que utilizaremos de forma aleatória em nossa instalação, ou seja, as tomadas que não possuem um equipamento específico a ser instalado naquele ponto.

Para tomadas de uso geral (TUG’s) devemos resgatar alguns conceitos de diferentes área que iremos abordar em nosso dimensionamento

9.5.2.2 Pontos de tomada

9.5.2.2.1 Número de pontos de tomada O número de pontos de tomada deve ser determinado em função da destinação do local e dos equipamentos elétricos que podem ser aí utilizados, observando-se no mínimo os seguintes critérios:

[tabgroup][tab title=”Banheiro”]

a. Em banheiros, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada, próximo ao lavatório, atendidas as restrições de 9.1;

[/tab][tab title=”Cozinha”]

b. Em cozinhas, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, cozinha-área de serviço, lavanderias e locais análogos, deve ser previsto no mínimo um ponto de tomada para cada 3,5 m, ou fração, de perímetro, sendo que acima da bancada da pia devem ser previstas no mínimo duas tomadas de corrente, no mesmo ponto ou em pontos distintos;

[/tab][tab title=”Varandas”] c. Em varandas, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada;

Admite-se que o ponto de tomada não seja instalado na própria varanda, mas próximo ao seu acesso, quando a varanda, por razões construtivas, não comportar o ponto de tomada, quando sua área for inferior a 2 m2 ou, ainda, quando sua profundidade for inferior a 0,80 m.
[/tab][tab title=”Salas|Dormitório”]

d. Em salas e dormitórios devem ser previstos pelo menos um ponto de tomada para cada 5 m, ou fração, de perímetro, devendo esses pontos ser espaçados tão uniformemente quanto possível;

Particularmente no caso de salas de estar, deve-se atentar para a possibilidade de que um ponto de tomada venha a ser usado para alimentação de mais de um equipamento, sendo recomendável equipá-lo, portanto, com a quantidade de tomadas julgada adequada.
[/tab][tab title=”Demais Cômodos”] e. Em cada um dos demais cômodos e dependências de habitação devem ser previstos pelo menos:

– um ponto de tomada, se a área do cômodo ou dependência for igual ou inferior a 2,25 m². Admite-se que esse ponto seja posicionado externamente ao cômodo ou dependência, a até 0,80 m no máximo de sua porta de acesso;

– um ponto de tomada, se a área do cômodo ou dependência for superior a 2,25 m² e igual ou inferior a 6 m² ;

– um ponto de tomada para cada 5 m, ou fração, de perímetro, se a área do cômodo ou dependência for superior a 6 m², devendo esses pontos ser espaçados tão uniformemente quanto possível.

[/tab][/tabgroup]

Tendo em vista que nosso projeto de dimensionamento tem com base uma planta baixa de quatro cômodos + banheiro + Varanda e as dimensões já calculadas no Artigo 2, iniciaremos com o dimensionamento dos cômodos baseado na tabela a seguir:

dimensionamento de área e perímetro

Antes de continuar certifique-se de ja ter lido os outros dois artigos que compões esta série, selecione abaixo o artigo que deseja:

[one_half]

Parte 1 – Planta Baixa" id="cactus-btn-8169" target="_parent" class="btn btn-default font-1">Parte 1 – Planta Baixa

[/one_half]

[one_half_last]

Parte 2 – Área e Perímetro" id="cactus-btn-159" target="_parent" class="btn btn-default font-1">Parte 2 – Área e Perímetro

[/one_half_last]

1.1

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DA SALA

Potência de Iluminação

Teremos 100VA de potência de iluminação na Sala

Como a própria Norma menciona, utilizaremos como fator determinante no dimensionamento de iluminação a área da Sala que é representada por 8,64m², sendo assim os primeiros 6m² determina 100VA de iluminação e os 2,86m² restantes por não completar 4m² não se faz necessário contabilizarmos o acréscimo de 60VA.

Vale lembrar que estamos considerando as recomendações de dimensionamento onde a norma defini o valor mínimo de potência a ser dimensionada, nada impede de você acrescer, por exemplo, mais 60VA em relação a parcial de 2,86m² restantes da área da sala.

Pontos de Tomada de Uso Geral – TUG

Para o perímetro da sala com dimensão de 11,8m e conhecendo que este ambiente possuirá como base de cálculos a divisão dos pontos de tomadas em uma extensão de  5 metros no perímetro deste ambiente, calculando teríamos o seguinte: [one_half] Tomadas Sala [/one_half] [one_half_last] O resultado 2,36 representa para nós a instalação de três pontos uma vez que a norma indica que será considerado um ponto a cada cinco metros (2) mais fração (0,36). No entanto a Norma NBR5410 deixa claro que no caso em particular deste cômodo (sala) deve-se considerar o mínimo calculado ou a quantidade de equipamentos que será utilizado/instalado neste cômodo, sendo assim, consideraremos na sala de nosso projeto um ponto de tomada para cada parede, ou seja, quatro pontos no total. [/one_half_last]

iluminação sala

1.2

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DA COZINHA

Potência de Iluminação

Na Cozinha, 100VA de potência de iluminação

Como podemos observar a cozinha possui uma área de 8,12m² e a previsão de potência de iluminação deverá ficar próximo ou idêntica do que consideramos para a sala, sendo assim temos: Para os primeiros 6m² da cozinha consideraremos 100VA e os 2,12m², por não completar os 4m² adicionais, permite que não seja adicionado mais 60VA na potência prevista a este ambiente.

Potência das Tomadas de Uso Geral – TUG

[one_half]

Considerando que a norma define para a cozinha a necessidade de dimensionarmos uma tomada a cada 3,5 metros e que em nosso projeto temos um um perímetro de 11,40m, possuiremos como resultado uma quantidade de 4 tomadas de uso geral localizadas na cozinha já que o cálculo resulta em um valor igual a 3,25m. A norma NBR5410 define para este ambiente uma quantidade de 4 tomadas sendo  3 tomadas definidas no cálculo (3,)  + 1 tomada em função da fração de 0,25. Observe que a norma define a quantidade mínima, nada impede de ser adicionados pontos adicionais.

[/one_half]

[one_half_last]

dimensionamento tomadas cozinha

[/one_half_last]

É importante que tenha sempre em mente a NBR5410 e no caso da cozinha temos que considerar as três primeiras tomadas sendo de 600VA e as demais de 100VA, portanto teremos 3 tomadas de 600VA e um de 100 VA prevista para este cômodo.

Tomadas de Uso Específico – TUE

Para este ambiente consideraremos que será utilizado um ponto de torneira elétrica, com base em pesquisa que realizamos, uma torneira elétrica pode ser considerada com uma potência média de 3250W (segundo a Eletrobras neste link). Poderíamos considerar outros consumidores como por exemplo um forno elétrico ou mesmo um forno microondas de potência superior a 1200VA mas para TUE’s deste cômodo teremos em nosso projeto somente esta torneira.

iluminação cozinha

1.3

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DO QUARTO 1

Potência de Iluminação

No Quarto 1, 100VA de potência de iluminação

Baseado nas condições estabelecidas para o dimensionamento da sala iremos agora determinar a potência de iluminação e tomadas do quarto n° 1. Para isto podemos observar que a norma NBR5410 define para a potência de iluminação um valor definido para este ambiente como sendo de 100VA uma vez que a área do quarto n°1 é de 9,05m² e consideramos 100VA para os primeiros 6m² e os demais 3,05m² não definem a quantidade mínima para o acréscimo de potência de iluminação adicional.

Potência de Tomadas de Uso Geral – TUG

É compreensível através da NBR5410 que o dimensionamento das tomadas do quarto seguem o mesmo padrão das tomadas da sala e para tanto podemos definir que, no mínimo, a cada cinco metros de perímetro teremos um ponto de tomada. Neste cômodo possuímos um perímetro de 12,1m.

[one_half]pontos de tomadas quarto 1[/one_half]

[one_half_last]

Podemos observar que o resultado de nosso cálculo foi de 2,42 que resulta em dois pontos de tomadas definidos pelo cálculo (2,) e outro ponto de tomada definido pela parcial representada pelo valor 0,42, sendo assim teríamos três pontos de tomadas, no entanto, a norma NBR5410 deixa bem claro que este cálculo define um número mínimo, consideraremos então um ponto por parede, logo, este cômodo contará com 4 pontos de tomadas de uso geral.

[/one_half_last]

quarto 1

1.4

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DO QUARTO 2

Potência de Iluminação

No quarto 2, 100VA de potência de iluminação

Neste cômodo você poderá perceber que todo os fatores adotados para o seu dimensionamento será idêntico ao que tivemos para o Quarto 1, como podemos observar as dimensões destes cômodos são bastante semelhantes. Observe que a área deste ambiente é de 6,70m² e a potência de iluminação também será de 100VA definida pela NBR5410, onde para os primeiros seis metros quadrados teremos esta potência.

Potência de Tomadas de Uso Geral – TUG

A lógica adotada para o dimensionamento da quantidade de pontos de tomadas de uso geral neste ambiente será idêntico ao quarto 1 e por isto temos o seguinte:

[one_half]

Conhecemos o perímetro do quarto 2 correto? É de 10,40m e através do cálculo podemos deduzir que possuiremos um resultado de 2,08 e este valor refletiria em dois pontos de tomadas que se torna, talvez, algo inviável uma vez que em qualquer quarto a ideia é ter um televisor, um abajur e dependendo de quem vai usufruir deste cômodo pode existir a necessidade de um videogame, dvd entre outros. Sendo assim adotaremos para este quarto também um ponto de TUG (Tomada de Uso Geral) para cada parede, logo, quatro pontos.

[/one_half]

[one_half_last]

tomadas quarto 2

[/one_half_last]

dimensionamento quarto 2

1.5

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DO BANHEIRO

Potência de Iluminação

No banheiro, 100VA de potência de iluminação

Considerando que nosso banheiro possui uma área de 2,34m² teremos que prever uma potência mínima de 100VA como segue na norma NBR5410. Lembre-se que em muito dos casos temos a iluminação do armário do lavatório além da iluminação de teto normal.

Potência das Tomadas de Uso Geral – TUG

É de conhecimento que no banheiro, tomadas de uso geral temos normalmente um único ponto, no entanto, lembre-se que este ponto de tomada é comumente utilizado para aparelhos de potência elevadas, correto? Vou provar para você! Onde é que é utilizado a prancha de alisar cabelo (famosa Chapinha) ou mesmo o secador de cabelo? É, estes equipamentos que prometem transformar a “mulherada” são consumidores agressivos da energia elétrica.

Neste caso então, consideraremos um único ponto de tomada de uso geral, porém, neste nosso projeto em execução irei propor uma potência de 1200VA para esta TUG já que a potência máxima para TUG estipulada na NBR4510 é deste valor.

Potência de Tomadas de Uso Específico – TUE

Sabendo da atual tendência de possuir em casa um chuveiro de maior potência, vamos considerar que neste ambiente será instalado um chuveiro de uma potência de 6800W.

banheiro

1.6

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DA VARANDA

Potência de Iluminação

Na Varanda, 100VA de potência de iluminação

Para este ambiente levamos em consideração sua área de 9m² e por isso a potência de iluminação será novalor de 100VA como prevê a norma NBR5410, lembre-se que em ambientes como este pode ocorrer de possuirmos iluminações diferenciadas como por exemplo lâmpadas Halógenas em refletores ou algo parecido, neste caso deve-se considerar a potência destes equipamentos.

Tomadas de Uso Geral – TUG

Como a NBR5410 sugere, neste cômodo deve ser previsto pelo menos um ponto de Tomada de Uso Geral considerando este com 100VA, consideraremos.

varanda

1.6

DIMENSIONAMENTO DA ILUMINAÇÃO E TOMADAS DO HALL

Iluminação e Tomadas de Uso Geral (TUG)

No Hall, 100VA de potência de  Iluminação

Primeiramente observamos que o hall é, na verdade, a parte da casa que interliga os cômodos, ou seja, o ponto responsável pelo acesso de vários ambientes.

Como este local possui somente 1,08m² consideraremos uma potência mínima de 100VA como solicita a NBR5410. Também consideraremos aqui um único ponto de Tomadas de Uso Geral .

hall

VISÃO GERAL DO DIMENSIONAMENTO

Agora que já temos a potência de todos os cômodos podemos agrupar todos em uma tabela separando cada potência por ambiente e tipo de potência a ser considerada. Veja a tabela abaixo com todos os dados levantados anteriormente.

Demanda elétrica

 A partir de agora podemos mobilizar o cálculo de demanda de nosso instalação já que será necessário exatamente estes valores acima mencionados, no próximo artigo desta série faremos este cálculo, não percam os próximos artigos, para manter-se informados de nossas publicações e ser o primeiro a receber nossos artigos assinem nosso Feed. Até a próxima, mas enquanto isso confira nossos outros dois artigos anteriores que completam esta série, clique abaixo:

[one_half]

Parte 1 – Planta Baixa" id="cactus-btn-3647" target="_parent" class="btn btn-default font-1">Parte 1 – Planta Baixa

[/one_half]

[one_half_last]

Parte 2 – Área e Perímetro" id="cactus-btn-8678" target="_parent" class="btn btn-default font-1">Parte 2 – Área e Perímetro

[/one_half_last]

(13378)

Eng ° Everton Moraes Fundador da Sala da Elétrica. É um engenheiro eletricista que dedica boa parte de seu tempo à produção e partilha de conteúdos de grande qualidade para multiplicar seu conhecimento com os amantes da Eletroeletrônica. "Acredito firmemente que é ensinando que se aprende"

Comment(65)

  1. Olá amigos, acho que tem um erro neste artigo: “Neste caso então, consideraremos um único ponto de tomada de uso geral, porém, neste nosso projeto em execução irei propor uma potência de 1200VA para esta TUG já que a potência mínima para TUG estipulada na NBR4510 é deste valor.”
    1200VA é um valor MÍNIMO para tomadas de uso GERAL?

  2. Olá o artigo contém um erro. No tópico 1.1 “Potência de Tomadas de Uso Geral – TUG” o perímetro da sala foi representado por “m²” parei de ler por ali.

  3. A SALA DA ELÉTRICA ESTAR DE PARABÉNS, VÁRIOS ARTIGOS QUE ESTÃO ME AJUDANDO NA MINHA VIDA PROFISSIONAL, GOSTARIA DE SABER SE A TEM ALGUM ARTIGO SOBRE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES, POIS VOU FAZER MEU TCC SOBRE ESTE ASSUNTO, DESDE JÁ AGRADEÇO.

  4. Parabéns pelo seu trabalho, muito bom mesmo!

    Tenho uma pequena dúvida, espero que seja sanada hoje 😛

    Bem, tenho um motor (bomba d’água), ele se encontra a 20m do ponto de energia, quero saber como calcular a bitola do fio (cabo) para esta distância. opa! a bomba é de 1HP. E quando esta apresenta defeito, tenho que trocar por outra de 1,5CV. Fazemos meio que na gambiarra, vc tem uma formula para bitola do fio e para converter as potencias dos motores para Watts?

    Muito obrigado pelo espaço.

    1. Amigo 1cv equivale a 736 w e um HP equivale a 746 w!
      Agora é só mutiplicar o 1,5 cv x 736: 1104 W!
      Agora com o HP ficou fácil por que é só 1 x 746: 746 W
      Agora quanto ao dimensinamento de condutores existe uma tabela ! Ai vc tera q saber qual a corrente ira passar por esse condutor pra poder escolher o condutor mais seguro blz! Tomara que eu tenha te ajudando em alguma coisa valeu!

  5. Amigo muito bom seu artigo estou estudando com ele, por favor poste logo os próximos passos, cálculo de disjuntor e diâmetro do eletroduto. Percebi um erro na potência total das TUG’s seria 4.500 VA ao invés de 2400, porque tem que multiplicar a quantidade pela potência e depois somar. Abraço.

    1. Olá André! Muito obrigado, estamos trabalhando para tornar a Sala da Elétrica um portal de conteúdos diversos para estudantes e profissionais da área eletroeletrônica.

      Bom, a grande maioria de softwares para está área são pagos, estou pesquisando alguns softwares gratuitos e ogo que tiver uma lista de qualidade estarei publicando aqui na Sala da Elétrica. Assine nosso Feed para manter-se atualizado sobre os conteúdos que publicamos aqui na Sala da Elétrica…

      1. Boa noite Everton, posso contribuir com seu site desenvolvendo alguns softwares de elétrica para disponibilizar para os leitores. Qualquer coisa entra em contato.

  6. Bom Dia.
    Ótimo artigo, assim como os demais.
    Aproveitando esta linha, gostaria de sugerir um artigo referente ao dimensionamento da alimentação dos quadros de distribuição. Talvez já exista, mas procurei no site e não encontrei nada a respeito.
    Grande abraço e parabéns pelo ótimo trabalho.

    1. Muito obrigado Fabiano, realmente ainda não existe, no entanto, este assunto será contemplado no próximo artigo da série “Projeto de instalações elétrica”.

      Em breve colocarei no site, assine nosso Feed para receber em seu e-mail.

      Até breve, um Abraço

  7. Bom dia Everton, estou com uma dúvida sobre o dimensionamento dos condutores sobre queda de tensão. Quando estou dimensionando dois pontos de luz por exemplo. Eu tenho que considerar a distância do interruptor até o quadro de energia? Ou somente do ponto de luz?

    Parabéns pela página!

    1. Obrigado pela visita Igor.

      A NABR 5410 define que você deverá considerar no máximo uma queda de tensão de 5%, no entanto para seu exemplo você deverá analisar a distância e mais importante do que a queda de tensão é o fator de agrupamento dos condutores…

  8. parabéns pelo artigo e obrigado por está sempre contribuindo pelo reforço de informações e aumento do conhecimento de profissionais da área de elétrica obrigado amigo.

  9. Obrigado pelas dicas, sou eletricistas autônomo e comecei a trabalhar nesta área a pouco tempo e tenho aprendido bastante com a sala da elétrica.
    Valeu.

  10. Prezado Amigo Everton:

    Seria possível acrescentar filmes, imagens e exemplos sobre grimpando terminais de fios e cabos, instalação de calhas e leitos, erros de instalações como emenda mal feitas, fios não conectados direitos, fios danificados por dimensionamento errado, fios expostos, disjuntores mal dimensionados???
    Sem mais,

  11. esse conteudo e muito bom,pois estou fazendo meu curso eletrica industrial e estou muito ancioso para exercer minha função esses assuntos são muitos boms pra quem esta cursando eletrica industrial,eu so agradeço…………

  12. meu caro boa noite.
    eu tenho uma duvida meia biba mas me ajuda ai.
    como eu faço para transforma a minha potencia de (VA) para (WATTS)?
    esta e minha duvida desde já muito abrigado.
    ha saiba que eu adoro CADSIMU eu ja ate elaborei projetos para o curso que eu fis muito bom mesmo. ecelente trabalho

  13. OLA,PESSOAL ESTOU PRECISANDO DE UMA
    INFORMAÇAO DE ELETRICA ALGUEM PODE ME AJUDAR POR FAVOR .
    O ASSUNTO EO SEGUINTE UM TECNICO DA NET ESTEVE NA MINHA CASA PARA INSTALAR MAS QUANDO FOI COLOCAR O CABO DA NET NO TELEVISOR QUEIMOU A TV SEGUNDO O MESMO DISSE QUE A ELETRICA DEU UM RETORNO NUNCA VI ISTO E CORRETO ISSO ALGUEM PODE ME TIRAR ?. ESSA DUVIDA

  14. Muito bom Everton.
    Essa potência máxima de 1200VA é para 127 ou 220V?
    Pode me tirar essa dúvida, potência máxima de tomadas e por circuito?

    Muito obrigado.

  15. boa tarde!
    parabéns pelo site, que muito nos ajuda!
    sou eletricista industrial, gostaria muito de ver artigos relacionados a indústria…

  16. PARABÉNS PELO SEU TRABALHO ! TERMINEI O CURSO DE TECNICO EM ELETROTECNICA EM 2008 E COMECEI TRABALHAR NA AREA APENAS EM 2014 , SENDO ASSIM ESTOU MUITO DEFICIENTE DE INFORMAÇÃO ! OBRIGADO POR TUDO !

  17. Olá Everton,tudo bem amigo ? Eu sou Eletricista e estou conhecendo seu Blog ! Ele é muito bom amigo ! Parabéns amigo e muito sucesso na sua carreira profissional como engenheiro eletricista !

  18. Bom dia,
    Gostaria de saber quanto a parte de garagem, jardim, a área externa e no caso também área de churrasco.

    Obrigada pela atenção

  19. Olá Everton parabéns pelo trabalho.

    Comecei a fazer o curso de Eletroeletronica e o professor pediu um trabalho sobre esse artigo, não sei nem como te explicar como são tão parecidos. E se eu tivesse descobrido seu blogg antes teria ido super bem, bem diferente da nota que tirei.
    Estou vendo a elétrica de uma forma diferente depois que conheci a sala de elétrica.

    Parabéns.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *