O que é um Banco de Capacitores e quais os principais componentes

Neste nosso artigo de hoje eu vou mostrar a você quais são os 5 componentes essenciais para um banco de capacitores funcionar da maneira correta.

Sem dúvidas este é um dos conteúdos que você estava esperando encontrar há tempos não é? E será neste vídeo abaixo, onde eu explico no detalhe, que você vai entender, veja:

Os Componentes para banco de capacitores são 5:

banco-de-capacitores

  1. Capacitores (Monofásicos e Trifásicos)
  2. Contator específico para banco de capacitores
  3. Controlador de fator de potência
  4. Módulo de descarga rápida
  5. Indutor de bloqueio

Qual a finalidade de um banco de capacitores ?

Você precisa entender qual a finalidade de um banco de capacitores em uma instalação, correto? E para ser bem rápido aqui, entenda que, em uma instalação existem cargas como os motores elétricos e transformadores que consomem dois tipos de potência:

  1. Potência Ativa
  2. Potência Reativa

A Potência Ativa, que existe somente em um sistema de potência alternada, e ela é a potência elétrica responsável por realizar o trabalho em si, por exemplo, transformar eletricidade em movimento em um motor

A outra é a Potência Reativa, e é em função desta potência que surge a necessidade de utilizarmos os bancos de capacitores.  Mas Vamos considerar aqui que a potência reativa é uma potência que “não gera um resultado efetivo”, logo, não transforma a energia elétrica em trabalho.

Entenda que ela é necessária para que motores e transformadores possam funcionar.

Então, a potência ativa deve ser fornecida pela unidade geradora, ou seja, é a potência consumida da concessionária de energia por exemplo

Já a potência reativa, pode ser fornecida pelo banco de capacitores ao invés da unidade geradora. Mas, na verdade, preciso que entenda que isso é necessário para que exista o controle eficiente do fator de potência da instalação.

Quando será necessário ter um Banco de Capacitores ?

Só para você ter uma ideia, a ANEEL estabelece que o fator de potência deve ser no mínimo 0,92. Logo, quanto mais você consome a potência reativa da unidade geradora (concessionária) mais distante você fica deste fator (0,92) e daí que vem os problemas de custos excessivos na conta de energia elétrica.

É exatamente aí que entra a necessidade de implanta estes 5 componentes essenciais de um banco de capacitores, mas você deve estar se perguntando, quais são estes cinco componentes? Certo?

1 – Capacitor para banco de capacitor

capacitor-de-banco-de-capacitores

O primeiro componente, é claro, o capacitor que pode ser encontrado como capacitor monofásico ou trifásico. Quando o sistema possui um valor mais elevado de potência reativa (KVAr) utilizamos os módulos trifásicos.

2 – Contatores para capacitores

contator-para-banco-de-capacitores

Atente-se que os contatores são específicos para manobra de capacitores para que seja possível conseguir suportar a corrente de inrush. Corrente de in-rush é a corrente elétrica necessária no início do funcionamento de cargas indutivas, por exemplo:

– Transformadores podem possuir correntes acima de 20 vezes a nominal na energização

– Motores elétricos podem possuir uma corrente de partida acima de 6 vezes a corrente nominal

Os contatores para banco de capacitores possuem os resistores de pré-carga para diminuir, ou melhor, limitar as correntes de in-rush, aumentando a vida útil do banco de capacitores.

resistor-de-pre-carga

3 – Controlador de fator de potência

Este terceiro componente é estritamente necessário para que o banco de capacitores funcione corretamente, é o controlador de fator de potência.

Este controlador monitora a rede e controla a entrada e saída dos capacitores no banco, para você ter uma ideia, este modelo em específico poderá controlar 6 ou 12 estágios adicionando ou retirando os capacitores automaticamente para manter o fator de potência dentro dos valores esperados.

Você deve ter percebido que nem sempre 100% dos capacitores ficam ligados, isso depende de como está o fator de potência na rede e o interessante é que ele fará o rodízio das horas de trabalho e da quantidade de manobras de cada estágio automaticamente, aumentando assim a vida útil do banco de capacitores.

4 – Módulo de descarga rápida

Uma outra característica importante para banco de capacitores é a capacidade de descarga dos capacitores que é estabelecido pela IEC60831-1 que devem descarregar para um nível de no máximo 75V em até 3 minutos.

Estes módulos conseguem fazer com que este tempo melhore em até 36 vezes, eliminando a necessidade de uso de resistores de descarga, deixando o banco ainda mais seguro e mais eficiente.

5 – Indutores de bloqueio

Existem alguns equipamentos que geram harmônicas na instalação elétrica – como os inversores de frequência – e estas harmônicas podem implicar no bom funcionamento do seu banco de capacitores, causando sobrecarga nos capacitores.

Por isso, em casos que exista essa distorção harmônica na instalação, você vai precisar utilizar indutores de bloqueio…

Eles são instalado em série com os capacitores e evitará que estas distorções harmônicas causem sobrecargas nos capacitores aumentando ainda mais a vida útil do seu banco

O que você achou deste assunto de hoje? Quer saber mais? Você já conhecia estes 5 componentes?

Deixa um comentário aqui embaixo para que saibamos de você qual foi seu maior aprendizado hoje ok?

Everton Moraes

Professor, palestrante e instrutor de treinamentos a mais de 9 anos. Já passou por grandes empresas no Brasil como, Senai, Scania, Pirelli, Toledo entre outras. Todo o conhecimento adquirido em 20 anos de carreira é disponibilizado nos cursos e treinamentos.

“Sou apaixonado pela formação e qualificação de profissionais, passando todo o meu conhecimento prático e ajudando todos os meus alunos a também adquirirem esse conhecimento a se tornarem melhores profissionais.”

Deixe o seu comentário

7 − sete =

Receba mais conteúdos