Velocidade Motor Elétrico

Os motores elétricos trifásicos de corrente alternada são os mais utilizados porque na maioria dos casos a distribuição de energia elétrica é feita em corrente alternada (Leia nosso artigo sobre fechamento de motores elétricos | Clique Aqui) e também em função de simplicidade, robustez e baixo custo, sendo adequado para quase todos os tipos de máquinas encontradas, este tipo de motor é largamente encontrado na indústria.

Possui velocidade constante podendo variar em função de alguns fatores como cargas aplicadas a seu eixo. (Recomendamos também que leia nossa página Comandos Elétricos | Clique Aqui)

Seu princípio de funcionamento é baseado no campo magnético girante, que surge quando um sistema de correntes alternada trifásico é aplicado em polos defasados fisicamente de 120º.

Dessa forma, surge através desta defasagem um campo magnético em cada conjunto de bobinas do motor, estes campos magnéticos gerados formam o que chamamos de Campo Magnético Girante.

Veja a animação abaixo:

Você sabia que é possível controlarmos a velocidade dos motores de indução trifásicos, do tipo gaiola de esquilo, com o auxílio de inversores de frequência?

 

Velocidade motor elétrico trifásico

Velocidade Síncrona

O Motor de indução funciona normalmente com velocidade constante proporcionada pelo campo magnético girante, logo a velocidade do campo é chamada de velocidade síncrona, e é em função de, basicamente, dois fatores, são eles:

    1. Polos Magnéticos gerados em função de sua construção física
    2. Frequência da rede elétrica a qual está instalado

Portanto, dizemos que:A velocidade do motor elétrico de indução é diretamente proporcional a frequência e inversamente proporcional a quantidade de pólos magnéticos

Sendo assim podemos definir a seguinte equação

velocidade motor

Veja um exemplo

Um motor elétrico trifásico possui as seguintes especificações:

  • Tensão: 220VCA – 3Ø – 60Hz
  • Polos Magnéticos: 4 Polos

Aplicando os valores à formula:

velocidade motor

Escorregamento

Alguns fatores faz com que a velocidade real no eixo do motor deixe de ser exatamente a velocidade do campo magnético girante, por exemplo, esta velocidade varia ligeiramente com a carga mecânica aplicada a seu eixo, etc… Por natureza, o motor elétrico trifásico possui uma diferença entre a velocidade do campo magnético girante (Ns) e a velocidade real em seu rotor (N) este fato se dá em função de um fenômeno chamado escorregamento e é fornecido pelo fabricante do motor podendo variar de motor para motor. Na maioria das vezes este fenômento é descrito pelo fabricante em poorcentagem (%). Temos a seguinte fórmula para representar o escorregamento do motor elétrico trifásico:

velocidade motor

Vejamos a seguir um exemplo de cálculo de escorregamento:

    1. Motor elétrico trifásico 220VCA
    2. Velocidade síncrona: 1800 RPM (4 polos – 60Hz)
    3. Velocidade medida no rotor: 1760 RPM

Calcular o escorregamento em porcentagem e RPM

velocidade motor

Sendo assim a velocidade real no eixo do motor elétrico será a diferença entre a velocidade síncrona e o escorregamento. Esta recebe o nome de Velocidade Nominal

A fórmula fica assim:

velocidade motor

 

Comentários

  • Dheyson

    Everton Moraes, Parabéns cara! Excelente matéria,e site com conteúdo extremamente interessante..
    Deus te Abençoe, é isso ae Abç

    • Everton Moraes

      Muitíssimo obrigado Dheyson, seja sempre muito bem vinda a Sala da Elétrica!!!!!

      • Ricardo

        Ola! Preciso de sua ajuda! esta questao:
        Uma instalacao eletrica possui um motor de induçao trifasico 60hz com 4 polos e com escorregamento nominal de 0.05??
        Meu email eng.ricardox@gmail.com

  • Thamires

    Muito obrigada por disponibilizar essa informações de forma didática!! Parabéns pelo site

  • Alexandre Melo

    Cara adorei estes, assuntos disponivies, que continue assim. Parabéns.

  • Rogerio Perpetuo Araujo Dos Anjos .

    EVERTON SOU ESTUDANTE DE ELETROTÉCNICA E ESSES VIDEOS ESTÃO ME AJUDANDO MUITO, OBRIGADO POR ESPALHAR O SEU CONHECIMENTO, TENHO CERTEZA QUE MUITAS PESSOAS ESTÃO APRENDENDO COMO EU ESTOU. ABRAÇO!!!!!!

  • Aryel tavares

    e quando eu não tenho a velocidade do rotor ??? como eu faço para calcular o escorregamento ???

  • Filipe

    Oi, muito bom o post, preciso de ajuda, se utilizar um motor em um gerador e nao conseguir atingir o limiye de rpm do mototor o que vai acontecer? Aprnas perde tensao?obrigado

  • Rômulo

    Conciso e direto, muito bom o conteúdo! Tenho 17 anos e estou me formando técnico, um espero carregar seu atual status… Obrigado pelas informações.

  • ODIMAR BONETTI

    EVERTON MORAES,
    PRIMEIRAMENTE PARABÉNS, EXCELENTE ARTIGO, FAZ UM TEMPO JÁ QUE ACOMPANHO O SITE, SEMPRE ATUALIZADO E BEM ESTRUTURADO, JÁ VI VÁRIOS OUTROS ARTIGOS, VÍDEOS, WEBINAR, E OUTROS CONTEÚDOS QUE VOCÊ DISPONIBILIZA, TODOS NUM NÍVEL EXCELENTE DE INFORMAÇÃO E DE CLAREZA, RECOMENDO A TODOS OS PROFISSIONAIS QUE TEM INTERESSE EM SE MANTER ATUALIZADO. OBRIGADO POR COMPARTILHAR ESSAS INFORMAÇÕES. ABRAÇO.

    • Eng ° Everton Moraes

      Olá Odimar, muito obrigado pelo reconhecimento, estamos no começo, a intenção é poder ajudar cada um dos profissionais no brasil de maneira a daro maior número de informações de qualidade e que possa fazer a diferença no dia a dia …. Novamente muito obrigado pela visita… m forte abraço …

  • Luiz Alberto

    Quais os cuidados que devem ser observados para realizar o controle de rotação dos motores elétricos?

  • Marcelo Ribeiro da Silva

    Como a quantidade de polos interfere na velocidade do motor, ou seja, o que acontece com o campo girante que faz diminuir a velocidade quando é aumentando o número de pólos do motor?

    • eduardo

      Manda um zap que te envio o slide que fiz pra explicar isso para meus alunos.

      85986703314

  • Micaelle Siqueira

    Como posso saber qual a velocidade mínima que um MIT suporta, para que eu possa aplicá-la usando um inversor de frequência?

  • Joel Rocha

    Muito Bom o conteúdo, é claro e objetivo. Parabéns Everton Moraes!!

  • VALDIR

    Otimo artigo parabens..meu amigo..
    Gostaria de saber se o escorregamento e diretamente proporcional a carga do motor???

  • Daiane

    Velocidade medida no rotor: 1760 RPM
    Como sei que é essa medida
    como calcular???

    • elias

      não se calcula, se mide com tacometro. slds

    • Jhonatan

      A velocidade rotorica se é calculada através do valor do escorregamento, podendo altera de acordo com o valor deste.

  • Robersoni

    Como saber o fator de potência do escorregamento ??

  • JAIR FERREIRA CAMARGO

    Qual a perda de potência com o uso de um inversor de frequência usando alimentação monofásica em motor trifásico?

  • jessica

    ola boa noite estou precisando de ajuda estou tentando dimensionar um motor para elevação de carga no trabalho da faculdade porem os dados que tenho são 57 metros de altura capacidade de 800 kg tensão 440v frequência 60hz 6 pontas 1200 rpm
    a potencia do meu motor em CV esta dando muito alta e meu torque também se alguém puder me ajudar agradeço.

    • Eng ° Everton Moraes

      Olá Jessica, você precisa conhecer estas fórmulas:

      Fórmula para calcular velocidade em rpm:
      Ns = (120 x F) / N° de polos
      Onde:
      Ns = Velocidade síncrona em RPM
      P = Número de polos
      F = Frequência em Hz

      Fórmula para calcular a potência:
      P = V x I x Ef
      Onde:
      P = Potência.
      V = Tensão.
      I = Corrente.
      Ef = Eficiência.

      Fórmula para calcular o trabalho de um motor:
      W = F x D
      Onde:
      W = Trabalho (N x m).
      F = força em Newton (N).
      D = distância em metro (m).

      Fórmula para calcular o torque de um motor:
      T = F x D
      Onde
      T = Torque (N x m).
      F = força em Newton (N).
      D = distância em metro (m).

  • eduardo

    qual a frequência minima que posso aplicar em um motor atraves de inversor de frequência? quais as consequências disso na rede elétrica

    • Engª Camila Andrade

      Olá Eduardo, tudo bem?

      Isso depende do motor, é importante que você verifique com o fabricante os limites de frequência que o motor pode trabalhar.
      Veja o nosso vídeo sobre este assunto, o Everton explica sobre sua dúvida (a partir dos 15:35 do vídeo): https://www.youtube.com/watch?v=7QTr9JQb9yU
      Qualquer dúvida estaremos a disposição.

      Att, Engª Camila Andrade
      Equipe Sala da Elétrica.

  • eduardo

    qual a frequência minima que posso aplicar em um motor atraves de inversor de frequência quais as consequências disso na rede elétrica

    • Engª Camila Andrade

      Olá Eduardo, tudo bem?

      Isso depende do motor, é importante que você verifique com o fabricante os limites de frequência que o motor pode trabalhar.
      Veja o nosso vídeo sobre este assunto, o Everton explica sobre sua dúvida (a partir dos 15:35 do vídeo): https://www.youtube.com/watch?v=7QTr9JQb9yU
      Qualquer dúvida estaremos a disposição.

      Att, Engª Camila Andrade
      Equipe Sala da Elétrica.

  • Douglas Cassemiro

    Como se mede a velocidade de um motor elétrico de indução e como podemos alterar
    a velocidade do motor em funcionamento?

  • fwall

    Um motor Δ220V e Y380V de 4CV será ligado em uma rede trifásica com tensão de linha de 220 V.
    Qual o fechamento dever ser utilizado e porquê?
    Se o usuário por livre e espontânea vontade quisesse ligar esse motor em partida Y- Δ nessa rede, ele poderia? O motor queimaria?

  • Jenifer

    Bom dia, preciso contruir um motor DC, e depois medir a frequência de rotação do motor. Gostaria de saber como consigo medir o rpm desse motor que construirei.

  • Jenifer

    Bom dia, preciso construir um motor DC, e depois medir a frequência de rotação do motor. Gostaria de saber como consigo medir o rpm desse motor que construirei.

  • Deyvi de Carlos Stecker Santos

    caro Ewerton, primeiramente eu gostaria de parabeniza-lo pelo excelente trabalho que vc tem feito. Mas eu gostaria de saber como calcular a força de um motor eletrico com 5cv, 4 polos e com 35mm de diametro na ponta do eixo?

  • Cleison Colinçani

    Amigão sou estudante de engenharia elétrica , todos nós sabemos que um MIT 60Hz, 4 polos, a velocidade síncrona do motor é 1800 rpm.
    Sendo assim a velocidade do rotor é dada pela equação abaixo:
    nR=(1-S) x nS
    nR=(1-0.05) x 1800
    nR=1710 rpm

    Frequência do rotor
    frotor=0.05 x 60
    frotor=3Hz

Deixe o seu comentário

2 + 15 =

Receba mais conteúdos