Como Medir uma Ponte Retificadora! Aprenda os Conceitos

Tem coisa pior do que você não conseguir dar manutenção em um equipamento? Até mesmo na ponte retificadora?

Sabe aquela situação de você ter que resolver um problema, e na hora que vai resolver, você olha para aquilo e você descobre que na maioria das vezes, você mais troca peças do que resolve o problema de fato.

É difícil assumir isso. O pior é quando vai fazer uma manutenção, e você precisa chamar outro eletricista para fazer essa manutenção.

E por conta disso acaba sendo visto como eletricista amador, não qualificado.

NÃO SEJA UM ELETRICISTA AMADOR

É necessário que você posso entender alguns conceitos importantes:

Quando eu vou realizar uma intervenção em uma máquina, eu preciso entender os fundamentos do funcionamento dela.

Não, você não precisa dominar tudo da máquina.

Mas você precisa olhar para o defeito que está acontecendo, e entender os conceitos que estão acontecendo.

Por exemplo, você precisa dominar como funciona , quais são os conceitos por trás dos funcionamentos, como eu devo fazer uma análise, como eu devo dar uma manutenção.

Isso para que você não dependa somente de simplesmente trocar as peças.

Porém, se precisar condenar alguma peça, possa fazer isso com consciência, e não simplesmente condenar por condenar.

COMO MEDIR UMA PONTE RETIFICADORA

Como saber se a ponte retificadora está boa, ou ruim? Posso ou não condenar ela?

A primeira coisa que costumamos fazer é medir se dá continuidade, e a pergunta que fica é, deu continuidade, está bom ou está ruim?

Antes, para você entender porque é importante saber dos conceitos.

Uma ponte é formada por diodos, que tem um lado positivo e outro negativo, e medindo ele, dá continuidade.

Mas se eu inverter as polaridades, ele vai trabalhar como um contato aberto, ou seja, não vai conduzir corrente.

Quando eu coloco a ponta de teste no diodo, como na imagem abaixo, eu vou medir uma continuidade, e no multímetro mostra a resistência (ohms).

Medindo a ponte retificadora com multimetro

Lembrando, se eu estiver medindo a parte de cima, a ponta de prova positiva (vermelha) sempre na corrente alternada (AC), se eu inverter, não vai dar continuidade.

Mas se eu estiver medindo a parte de baixo, a ponta de prova negativa (preta) sempre na corrente alternada (AC), se eu inverter, não vai dar continuidade.

Cuidado para não colocar o dedo em cima, quando estiver medindo, se não é capaz do multímetro medir algo, a resistência do seu corpo.

E assim eu verifico a integridade dos diodos.

Por isso que no nosso treinamento nós abordamos desde a teoria, até a prática, com os nossos simuladores, que te permite fazer a prática, mesmo estando à distância.

Leia também: Como Identificar as Pontas do Motor Monofásico sem Numeração?


QUER SABER MAIS SOBRE PONTE RETIFICADORA?

Deixa nos comentários.

Aqui na Sala da Elétrica nós temos o treinamento que está mudando a vida profissional de mais de 7 mil eletricistas ao redor do mundo.

Nosso treinamento de Máquinas e Comandos Elétricos na Prática.

Um treinamento que vai te colocar em outro nível quando o assunto for manutenção elétrica, vai te colocar passos a frente no mercado de trabalho.

Para conhecer o treinamento que vai te tornar um eletricista de manutenção bem sucedido, clique na imagem abaixo e dê o primeiro passo para tornar seu trabalho em outro nível.

Clique na imagem abaixo 👇

Se torne especialista conhecendo a teoria e a prática dos Comandos Elétricos

Everton Moraes

Professor, palestrante e instrutor de treinamentos a mais de 9 anos. Já passou por grandes empresas no Brasil como, Senai, Scania, Pirelli, Toledo entre outras. Todo o conhecimento adquirido em 20 anos de carreira é disponibilizado nos cursos e treinamentos.

“Sou apaixonado pela formação e qualificação de profissionais, passando todo o meu conhecimento prático e ajudando todos os meus alunos a também adquirirem esse conhecimento a se tornarem melhores profissionais.”

Deixe o seu comentário

5 × 3 =

Receba mais conteúdos